Hospital Estadual de Formosa será ampliado em três vezes o tamanho atual

 

FOTO:Divulgação


O Hospital Estadual de Formosa (HEF), administrado pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), já se consolidou como referência na região e no entorno do DF. Agora, a unidade de saúde dá um novo passo na sua história e anuncia o projeto de ampliação que contará com mais leitos, visual moderno e novos cômodos hospitalares.

Na última segunda-feira (28), o Secretário de Saúde do Estado de Goiás, Ismael Alexandrino apresentou o projeto ao lado da diretora da unidade, Ana Brito. A nova planta trouxe novidades como a ampliação da quantidade de leitos que passará de 100 para 240, colocando o HEF entre um dos cinco maiores hospitais do entorno.

Uma das alas que será beneficiada pelos novos leitos é a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Hoje a unidade conta com 20 leitos e, ao final das obras, serão 40 para atendimento à população. Da mesma forma, as Enfermarias Clínica Cirúrgica e Médica também serão ampliadas e juntas somarão 81 leitos.

Em visita à unidade, o secretário Ismael Alexandrino destacou a importância do projeto de ampliação em Formosa. "O Hospital Estadual de Formosa será um dos cinco maiores do Estado de Goiás e isso é muito significativo para a população da cidade e do entorno do DF", destacou Alexandrino.

Atualmente a unidade possui 5.061,25 mil metros quadrados de área construída, mas ao final dos 24 meses de obras, que se iniciam em abril, o hospital terá 17.586,63 mil metros quadrados, um ganho de 12.525,38 mil metros quadrados construídos. Isso significa que a ampliação aumentará o tamanho do hospital em 3 vezes.

Triplicar o tamanho da unidade, não apenas trará mais conforto para os pacientes, mas também ampliará a oferta de serviços aos moradores da cidade e região. A obra trará novidades como uma sala de hemodinâmica, duas de repouso pós-anestesia (RPA), 10 salas de cuidados intermediários para recém-nascido e uma UTI cardiológica.

Além disso, 26 leitos exclusivos para enfermaria pediátrica, 20 para enfermaria ortopédica e 8 para enfermaria psiquiátrica serão construídos ao longo das obras. Na visão da diretora geral, Ana Brito, o Hospital Estadual de Formosa tem potencial para crescer com responsabilidade e se tornar um gigante do entorno, por isso é preciso investir e acreditar.

“Esse é um trabalho que vem sendo feito a mais de um ano com planejamento e coordenação. A obra que começa no mês que vem vai transformar a realidade do hospital e de toda a comunidade. Estamos prontos para nos tornar um dos maiores hospitais de Goiás”, finalizou a diretora.

Sobre o HEF

O Hospital Estadual de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 20 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia o Hospital com melhorias na infraestrutura ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

____________________________________

 

Assessoria de Comunicação Hospital Regional de Formosa/ Ecco Comunicação

Aline Marinho – aline@ecco.inf.br  

Dario – dario@ecco.inf.br

Postar um comentário

0 Comentários