Nova tecnologia facilita operação de fretes no Brasil

    TruggHub coordena o relacionamento entre embarcadores e transportadores, focando na distribuição de cargas fracionadas pesadas e proporcionando aproveitamento de espaços ociosos em caminhões.


 Uma startup recém-chegada ao mercado tem se destacado pela inovação e diferencial com que auxilia a cadeia logística nacional, oportunizando a quem compra pela internet receber seus produtos de um modo rápido, eficiente e com preços de fretes extremamente competitivos.

 Trata-se da TruggHub, constituída como um marketplace que une empresas e transportadoras na logística de cargas acima de 100 quilos, como autopeças, materiais de construção e móveis. 

 A solução tecnológica da logtech viabiliza cotações e leilões-relâmpagos (“flash-bids”), proporcionando o compartilhamento de espaços ociosos em caminhões, por preços diferenciados. Isso se dá tanto pelo complemento de cargas quanto pelo aproveitamento dos fretes de retorno

 Desde que lançou seu serviço em fevereiro de 2020, a startup já movimentou mais de R$ 21 milhões em mercadorias transportadas. Nesse período cresceu 500% em faturamento, apresentando mais de 24 mil propostas para as transportadoras cadastradas e recebendo  6,4 mil ofertas de frete dos embarcadores.

 Segundo Alexandre Coelho, CEO da TruggHub, o processo de integração de dados diretamente com os sistemas de gestão das transportadoras (TMS) tem proporcionado ganhos adicionais no caminho da transformação digital da logística. Isso é possível porque o embarcador passa a dispor de informações consolidadas de sua operação de transporte em um único ponto de contato, que se comporta como uma camada digital de orquestração das operações.

 “Toda a operação é controlada pela plataforma – desde a emissão dos documentos fiscais à coleta e monitoramento do processo de entrega, incluindo averbação de seguros e gerenciamento de risco”, destaca o executivo.

 PRÓXIMOS PASSOS

 A TruggHub conta, atualmente, com mais de 60 mil veículos cadastrados em sua base. Entre os clientes da startup estão subsidiárias da Coca-Cola Femsa, Casa & Construção, Cimentos Votorantim, Ediouro e Tupperware. “Estamos realizando entregas em todo o território nacional. É um trabalho de coordenação que traz redução de custos, segurança e maior agilidade na gestão da cadeia de suprimentos”, salienta o CEO.

 Os fundadores da TruggHub já estão pensando nos próximos passos para a aceleração do crescimento, a partir do aporte recentemente conquistado junto ao Grupo Randon, que investiu na startup através do seu braço de corporate venture, a Randon Ventures. O valor investido será aplicado em novas funcionalidades da plataforma para o mercado de e-commerce de produtos pesados, envolvendo o conceito de mini-hubs com a utilização de smart lockers, algoritmos de inteligência artificial para montagem de cargas e predição de preços, e, também, entregas roteirizadas com veículos elétricos, visando reduzir o impacto ambiental da logística e aumentar o compliance com práticas de ESG (Environmental, Social and Governance).

 “Nossa estratégia, desde o início, foi a de criar um modelo de negócio altamente escalável e manter um processo constante de captação de investimentos para sustentar o crescimento acelerado”, comenta Alexandre Coelho. “Essa é a segunda rodada de investimentos pela qual passamos, pois nosso plano sempre foi este: crescer forte e rápido”, assinala.

 

 MAIS INFORMAÇÕES



Postar um comentário

0 Comentários