Em Abadiânia, Torben Grael destaca cenário deslumbrante do Lago Corumbá IV: "Perfeito para esportes náuticos"


Torben Grael durante visita ao Lago Corumbá IV (Foto: Láira Machado)

Bicampeão olímpico comandará projeto da marina guarda-barcos do Escarpas Eco Parque, que promete se tornar a principal atração turística da região


À frente do projeto de operação da marina guarda-barcos do Escarpas Eco Parque, o  bicampeão olímpico Torben Grael visitou o Lago Corumbá IV, em Abadiânia, nesta quinta-feira, 1º de julho. O primeiro contato do velejador com o local rendeu muitos elogios à paisagem. “É um local muito bonito, perfeito para atrair as pessoas apaixonadas por esportes náuticos”, disse o paulista de 60 anos, encantado com a visão proporcionada pelo píer do Escarpas.

É nesta área que Torben pretende desenvolver o primeiro projeto em Goiás de sua empresa, a Intermarinas, que tem atuação em diversas outras cidades brasileiras. O empreendimento faz parte do sonho de expansão dos esportes náuticos para o interior do Brasil, com o objetivo de estimular a prática de modalidades como vela, canoagem e esqui aquático, entre outras. Durante sua visita, Torben deu início aos estudos de viabilidade técnica para a execução do projeto, acompanhado pelo sócio Klaus “Cacau” Peters, também velejador.

A visita de Torben ao lago foi acompanhada com atenção por autoridades locais, incluindo o presidente da Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo), Fabrício Borges Amaral, que representou o governador do Estado, Ronaldo Caiado, e o prefeito de Abadiânia, José Diniz. O anfitrião do encontro, o empreendedor Leandro Daher, sócio-diretor da Tropical Urbanismo, destacou que o Escarpas Eco Parque tem recebido forte apoio da gestão pública, diante do retorno financeiro que o projeto vai trazer ao município e à região do Lago Corumbá IV.

“A Tropical foi pioneira na preocupação socioambiental da construção civil em Goiás, e o Escarpas é um empreendimento completo neste sentido. O projeto vai manter a preservação da natureza exuberante do Lago Corumbá IV e foi pensado para respeitar o meio ambiente em primeiro lugar. Além disso, estamos priorizando o emprego da mão de obra local, para dar este retorno econômico à Abadiânia. São esses aspectos que compõem a responsabilidade e a sustentabilidade, em um projeto que vai trazer muitos benefícios e frutos para o município e toda a região”, disse Leandro.

Torben Grael corroborou com as palavras de Leandro e também ressaltou o impacto econômico e social do Escarpas Eco Parque para Abadiânia e todo o Estado de Goiás, destacando que o Lago Corumbá IV tem muito potencial para atrair visitantes de Brasília, por causa da proximidade. O empreendimento fica a apenas 15 minutos de Abadiânia e a 140 km da capital federal. Além disso, também está muito perto de Goiânia (103 km) e de Anápolis (45 km).

“É um lago com todas as condições necessárias para abrigar uma marina completa e ser palco para a prática de muitos esportes náuticos. Isso vai gerar muitos empregos para a população local, o que acaba trazendo desenvolvimento econômico e fortalecendo a economia da região. O esporte vai se enraizando cada vez mais na cultura local e passará a atrair muitos adeptos e entusiastas para Abadiânia, principalmente por causa da proximidade com Brasília, que já tem uma cena muito desenvolvida de vela e com certeza vai voltar suas atenções para o Lago Corumbá IV”, avaliou Torben.

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Borges Amaral, também se mostrou empolgado com os benefícios que o Escarpas Eco Parque e a marina de Torben Grael podem trazer para a região do Corumbá IV. Segundo Fabrício, a iniciativa privada é uma parceira importante na elaboração e execução de políticas de estímulo ao turismo e à economia local. Como contrapartida, o Estado está empenhado em oferecer a infraestrutura necessária para que os empreendimentos da região possam receber os visitantes com todo o conforto. Entre as principais ações do governo estadual, está o projeto de pavimentar dois trechos do acesso ao Escarpas Eco Parque, de 300 metros e quatro quilômetros.

“A região do Lago Corumbá IV é belíssima e ainda pouco conhecida até mesmo pelos próprios goianos. É um lugar privilegiado, pela proximidade com Goiânia e Brasília. O Estado está de mãos dadas com os empreendedores nesta missão de alavancar o lago. Vamos oferecer infraestrutura, sinalização, qualificação profissional da mão de obra e segurança pública, pois temos muitos investidores interessados em explorar os potenciais econômicos daqui. Já estamos com a previsão de completar o asfaltamento do acesso ao Escarpas, e o envolvimento do Torben vai acelerar ainda mais o processo de desenvolvimento de toda a região”, declarou o presidente da Goiás Turismo. 


Bicampeão olímpico Torben Grael e o velejador Klaus Peters durante reconhecimento no Lago Corumbá IV (Foto: Túlio Moreira)

De malas prontas  


A agenda de Torben Grael em Goiás começou no dia anterior, quando ele participou de um evento do Escarpas Eco Parque no Empório Saccaria, no Jardim Goiás, em Goiânia. O sócio-proprietário do Empório Saccaria, Rogério Giordani, é um dos parceiros do Escarpas e fará a gestão do restaurante panorâmico que figurará entre as principais atrações do complexo de lazer e aventura. No encontro comandado por Leandro Daher, sócio-diretor da Tropical Urbanismo, o velejador assinou o termo de intenção de parceria para a construção da marina guarda-barcos no Lago Corumbá IV e falou um pouco sobre a preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Torben embarca para o Japão no sábado, dia 3, onde irá acompanhar os atletas da vela na condição de coordenador técnico da seleção.

O velejador multicampeão é dono de cinco medalhas olímpicas, sendo duas de ouro, e acredita que o Brasil possa conquistar até dois pódios na edição deste ano, mantendo a tradição do país na principal competição internacional do universo desportivo. “Enfrentamos um período de muitos desafios por causa da pandemia. A preparação dos atletas brasileiros foi bastante prejudicada, porque muitos atletas não conseguiram autorização para participar de treinamentos na Europa. Mas acredito que temos uma equipe de muito talento e que podemos manter a nossa sequência de medalhas na modalidade”, frisou o velejador.


Torben Grael se prepara agora para coordenar seleção brasileira de vela em Tóquio (Foto: Túlio Moreira)




Postar um comentário

0 Comentários