A massagem como terapia

 

Depois de um dia longo e cansativo, é comum a muitas pessoas, ao chegarem em casa, pedirem ao parceiro uma sessão amadora de massagem. Embora não profissional, ter o contato físico de alguém sobre pontos específicos de tensão no corpo, é, sem dúvida, muito bom e relaxante, visto que alivia a rigidez dos músculos. No entanto, a massagem não serve apenas como um modo de aliviar dores físicas.
 
Segundo a terapeuta e co-criadora da técnica Descompressão Tecidual Global (DTG), Bianca Drabovski, “a massagem vai muito além do que uma simples forma de relaxamento. Com o toque certo, específico e suave de uma técnica, como a DTG, é possível, mais do que apenas prazer físico, acessar memórias inconscientes registradas no corpo”. Isso porque, com uma determinada massagem que utiliza toques suaves, o terapeuta consegue liberar a fáscia muscular.
 
Mas, o que é de fato a fáscia?
 
Bianca explica que “a fáscia é a camada do tecido conjuntivo que conecta todas as estruturas no corpo, desde a célula à pele. Também neste tecido são armazenadas memórias emocionais. Em outras palavras, tudo o que vivemos, sentimos e sofremos, fica registrado na fáscia. E isso, quando guardado e preso em nós, pode causar uma série de atitudes e comportamentos inconscientes que determinam a nossa vida, sem sabermos o porquê”.
 
Desse modo, além de servir como um relaxante muscular, uma massagem terapêutica tem o poder de desencadear alterações metabólicas e químicas no corpo que ajudam não só na cura física, como também na cura emocional e mental. Assim, registros e memórias que são armazenados no nosso corpo, por meio da massagem terapêutica e do toque específico na fáscia muscular, são liberados e deixam, enfim, de agir como modeladores e determinadores da nossa vida e modo de agir.
 
A terapeuta afirma que “a massagem tem benefícios físicos diretos e bastante visíveis, como a diminuição de sintomas osteomusculares e edemas. Porém, mais do que isso, a massagem pode ser uma experiência acalentadora, onde as pessoas descobrem emoções reprimidas, relembram acontecimentos que tampouco sabiam que estavam registrados em seu corpo”.
 
Vale ressaltar ainda que, embora a pessoa não saiba que está com memórias e outros registros presos no corpo, por meio da massagem ela descobre diversas emoções reprimidas e que, quando são retiradas, a deixam livre e liberta. Assim, não apenas relacionada ao momento em que a pessoa está vivendo atualmente, esses registros podem ser relacionados às emoções e memórias passadas antigas, que pode ser até mesmo tida na época da infância.
 
Para finalizar, Bianca afirma “O corpo é o baú do inconsciente! Diferentemente de uma massagem comum, a DTG permite esse acesso às memórias inconscientes em razão não só do procedimento, mas também do estado de presença de quem está recebendo, bem como do profissional que está aplicando”. Desse modo, o contato de toque do terapeuta com o paciente é único e por inteiro. Em outras palavras, o massoterapeuta se dedica e se compromete a, por meio das suas mãos, trabalhar de forma respeitosa, segura e acolhedora no templo sagrado onde está registrada a história de vida da pessoa, liberando traumas e emoções, e trazendo mais leveza ao viver.
 

Serviço: Bianca Drabovski Chemin

Co-criadora da Descompressão Tecidual Global, Facilitadora de Consciência e Terapeuta em Saúde Integrativa.

41.98896.1704

@bianca.consciencia

@bianca.consciencia

https://www.youtube.com/channel/UCQOsEgQOpzdoCLuqPhXzCog

contato@biancaconsciencia.com.br

www.biancaconsciencia.com.br

Rua Boanerges de Menezes Caldas, 264, Boa Vista, Curitiba -PR.

Postar um comentário

0 Comentários