“Vamos aprofundar nas propostas e mostrar quem é ficha limpa e ficha suja”, diz Vanderlan sobre segundo turno

Candidato do PSD diz que vai falar sobre biografia e não há nada que manche carreira pública. “Não há nada para mostrar sobre desvio de dinheiro público, envolvimento com a Lavajato e outras coisas absurdas, ao contrário do adversário”

O candidato do PSD a prefeito de Goiânia, Vanderlan Cardoso, disse nesse domingo, 15/11, de votação que o segundo turno será de intensificar a apresentação de propostas e contrapor a trajetória política com o adversário. 

“Além de aprofundarmos na apresentação das propostas, o eleitor tem nos cobrado mostrar quem é ficha limpa e quem é ficha suja. Estamos falando do futuro da nossa capital”, disse. Vanderlan destacou que durante o todo o primeiro turno respeitou o adversário do MDB, que estava lutando pela vida na UTI contra a Covid-19. “Mas sua campanha seguiu nos atacando”, criticou. 

O candidato do PSD acredita que continuará sendo atacado pelo adversário. “O que eles têm para mostrar sobre mim é que mudei de partido ou um áudio com fala uma infeliz. É isso que eles têm para mostrar. Mas não nada para mostrar sobre desvio de dinheiro público, envolvimento com a Lavajato e outras coisas absurdas”, completou.

Questionado se vai buscar o apoio do PT, Vanderlan disse que em respeito ao prefeito Iris Rezende e ao eleitor, não vai buscar o apoio do partido que fez uma gestão danosa na capital. “O prefeito Iris Rezende (MDB) pegou uma administração com mais de R$ 1 bilhão de dívidas e um déficit de quase de R$ 500 milhões por ano. Com um bom trabalho ele conseguiu colocar a casa em ordem”, elogiou. 

Vanderlan lembrou que “novo MDB do Vilelas” retomou a parceira com o PT, que desde o primeiro turno “formaram um pacto para atacar a campanha”, focada em apresentar propostas e com o compromisso de manter o legado do prefeito. “O prefeito é uma referência política que fez a diferença em nossa capital e no estado”. 

O candidato do PSD destacou que Iris construiu obras importantes em Goiânia e que fez o compromisso com ele e o governador Ronaldo Caiado (DEM) de terminar as obras que não forem entregues por essa gestão. “Um prefeito que pegou um déficit de R$ 1 bilhão da gestão do PT e transformou em superávit nós precisamos é respeita-lo de fato”. 

*Parceria*
Vanderlan destacou também a parceria com o governador Ronaldo Caiado. “A maioria de nossas propostas foram apresentadas com a concordância dele. Um exemplo são os nossos polos de desenvolvimento, que têm como diferencial os incentivos fiscais, que é o ProGoiânia, e será desenvolvido em parceria com o governo de Goiás”, apontou. 

O candidato do PSD disse que ação conjunta será adotada para avanças ainda mais na segurança pública na capital. “Vamos avançar também na regularização fundiária e em outras áreas nas quais a parceria com o governo serão essenciais para avançarmos ainda mais no desenvolvimento de Goiânia, assim como foi feito entre o prefeito Iris e o governador Caiado”.

Além do governador, Vanderlan agradeceu o apoio de diversas lideranças. “Essa campanha foi muito positiva porque tivemos apoios importantes, como dos nossos candidatos a vereador, do governador Ronaldo Caiado, do senador Luiz Carlos do Carmo e outras lideranças do MDB, que acreditaram e defenderam um campanha propositiva, do nosso vice Wilder Morais, que agregou projetos importantes, e de deputados federais e estaduais”, disse. 

O candidato foi votar na manhã deste domingo, no Colégio Estadual Jardim Novo Mundo, região Leste da Capital, acompanhado da esposa Isaura Cardoso, do governador, do candidato a vice Wilder Morais (PSC) e do presidente estadual do PSD, Vilmar Rocha.

Postar um comentário

0 Comentários