Projeto de Delmasso prevê cuidados à saúde de servidores públicos com comorbidades no retorno ao trabalho

Ansiedade, angústia e pânico, são alguns dos problemas à saúde mental que o isolamento social desencadeou


O projeto de lei 1295/2020, estabelece critérios de cuidados à saúde de servidores e empregados públicos, com comorbidades ou doenças psíquicas na retomada das atividades no pós-pandemia no Distrito Federal. De autoria do vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos-DF), a proposta visa garantir a saúde dos servidores na volta ao trabalho..

O número de mortos e infectados sobe a cada dia, e infelizmente essa é a realidade que a população do DF tem enfrentado. A cidade tem vivido uma grave situação de calamidade pública, tornada oficial com a edição do Decreto nº 40.924, de 26 de junho de 2020.

A proposta prevê que, enquanto perdurar a pandemia do novo coronavírus, servidores e empregados públicos que apresentarem comorbidades ou condições precárias de saúde física ou mental, com declarações médicas que comprovem, deverão ser mantidos em regime de home office ou lotados em departamentos ou destinados à realização de funções públicas que não possuam risco de infecção do COVID – 19.

A vida e a dignidade humana devem estar em primeiro lugar. O isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus desencadeou diversos problemas à saúde mental, entre eles, ansiedade, angústia, frustração, medo, pânico, entre outros.

“Precisamos zelar pela saúde de nossos servidores! Nesse momento delicado, o cuidado precisa ser redobrado! ” Disse Delmasso.

Postar um comentário

0 Comentários